jardim do seu neca – inventário botânico afetivo III

a terceira edição do jardim do seu neca – inventário botânico afetivo foi concebida pela autora ana rocha como uma espécie de herbário ou, como o próprio subtítulo indica, um inventário botânico afetivo de plantas cultivadas por manoel josé dos santos – seu neca -, à beira das águas salobras do rio real, em mangue seco, já na divisa da bahia com sergipe.

as descrições singelas colhidas, aqui e ali, ao longo da fala solta de seu neca, em que pululam adjetivações subjetivas, parecem contrastar com as designações científicas, em latim, que adotam a nomenclatura binominal formalizada pelo naturalista sueco carlos lineu, no século XVIII. todavia, há uma similaridade difusa entre a nomenclatura proposta por aquele homem da ciência e as descrições efetuadas por este, amante da jardinagem, que enxerta a sua aguda observação com os conhecimentos que lhe foram transmitidos pela sabedoria popular.

a partir do jardim do seu neca, ana rocha dispôs o seu próprio: uma espécia de herbário em que forças criativas ancestrais são artisticamente rearticuladas. “seu neca creavit, ana disposuit”.

trecho do texto de apresentação do livro, por regina maurício da rocha.

 

jardim do seu neca – inventário botânico afetivo [ terceira edição ] ∴ r$ 60
ana rocha
polvilho edições, 2019

» COMPRE AQUI

18,5 x 13 cm, 1×0 cores (verde), papel pólen bold 90g, 40 páginas, serigrafia
capa em tecido, 1×0 cores (creme), serigrafia
encadernação artesanal
tiragem de 300 exemplares